sábado, 26 de novembro de 2016

Ensaio sobre a Cegueira - Resenha


Olá! 
Como estás? 

 Hoje venho  dar-vos a minha opinião sobre o último livro que li "Ensaio sobre a Cegueira" de Saramago! 

 Ficha técnica: 
Título: Ensaio sobre a Cegueira
Autora: José Saramago
Nº de páginas: 359
Editora: Marcador


Sobre o autor..
 "Autor de mais de 40 títulos, José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga.
As noites passadas na biblioteca pública do Palácio Galveias, em Lisboa, foram fundamentais para a sua formação. «E foi aí, sem ajudas nem conselhos, apenas guiado pela curiosidade e pela vontade de aprender, que o meu gosto pela leitura se desenvolveu e apurou.» (...) Até 2010, ano da sua morte, a 18 de junho, em Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, com títulos que vão de Memorial do Convento a Caim, passando por O Ano da Morte de Ricardo Reis, O Evangelho segundo Jesus Cristo, Ensaio sobre a Cegueira, Todos os Nomes ou A Viagem do Elefante, obras traduzidas em todo o mundo.
No ano de 2007 foi criada em Lisboa uma Fundação com o seu nome, que trabalha pela difusão da literatura, pela defesa dos direitos humanos e do meio ambiente, tomando como documento orientador a Declaração Universal dos Direitos Humanos."




Comecei a ler este livro por acaso. 
Enquanto tentava estudar história na biblioteca da minha escola encontrei, bem em frente a mim, uma estante só com livros do Saramago e, como nunca tinha lido nenhum livro deste autor e tinha bastante curiosidade visto que as opiniões sobre este autor tanto são super positivas como negativas, decidi experimentar. Este título, entre todos, foi o que me despertou mais a atenção e lá fui eu ler a primeira página e a segunda e a terceira... tudo para ver se gostava. Quando dei por mim já tinha lido, num ápice, 15 páginas e pensei "uauh agora quero ler mais".

Ensaio sobre a Cegueira conta-nos como, de repente, várias pessoas cegam sem nenhuma razão aparente. No entanto, esta cegueira é um pouco diferente das outras pois é uma cegueira branca e, estranhamente, é transmissível.  
Devido a este surto estranho e misterioso, as primeiras pessoas infetadas com este vírus são obrigadas, pelas autoridades, a ficar em quarentena num manicómio abandonado. Cada dia que passa o número de pessoas infetadas aumenta o que, consequentemente, aumenta os acontecimentos. Lutando pela sobrevivência, sem um dos cinco sentidos, várias coisas acontecem. Ao ler este livro, fiquei admirada, sem palavras e até chocada.

Confesso que, a linguagem não é simples e que é necessário estar-se com bastante atenção, o que torna a leitura mais lenta. Apesar de ter  adorado algumas partes e gostado imenso da ação principal, do tema e da ideia do livro em si, tenho de admitir que houveram algumas partes em que me custou um pouco ler o livro porque haviam algumas reflexões a mais e, por vezes, demorava muito até que houvessem acontecimentos interessantes que nos deixassem " e agora?" acho que a narração, em certas partes, foi muito lenta. 

Penso que este livro tem uma mensagem  muito poderosa e que, se reparamos, muitas vezes olhamos para as coisas mas não as "vemos", não lhes prestamos atenção!

Gostei muito de uma frase que pode ser um pouco spoiler, portanto, se tens intenções de ler o livro, não leias a frase seguinte ( estará a  verde)!

" Penso que não cegámos , penso que estamos cegos, Cegos que veem, Cegos que, vendo, não veem."

Classifico este livro com 4 estrelas em 5!


 E tu, já leste este livro? 
O que achastes?


Até à próxima,
Com muito carinho,


-Banal Girl



8 comentários:

  1. Não li o livro, mas vi o filme que se baseou no livro e gostei muito. Fiquei com vontade de ler o livro.

    ResponderEliminar
  2. Este é um dos livros da minha vida, um dos meus preferidos. De José Saramago só li este e o Memorial do Convento; gostei mais deste. Lembro-me de pensar, quando terminei esta leitura, de que era necessário conhecer-se muito bem a condição humana para se escrever este livro. Marcou-me muito!

    ResponderEliminar
  3. Eu ando a ganhar coragem pra ler algumas coisinhas de José Saramago :p

    ResponderEliminar
  4. vi o filme e li o livro é impressionante a foram como é retratada a condição humana em casos extremos

    ResponderEliminar
  5. De entre aqueles que li até agora, é o meu livro preferido de José Saramago! :)

    ResponderEliminar
  6. Nunca li nenhum livro de José Saramago. E também não vi a adaptação ao cinema.

    ResponderEliminar
  7. Tenho muita vontade de ler este livro. ;)Obrigada pela opinião!

    ResponderEliminar