quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

A Boa filha/ The Good Daughter, resenha/review



 Ler em Português      Read in English

BOM 2018!!

 Hoje trago-vos um livro que comecei antes mas terminei ainda na readathon (se conseguir hei de fazer post sobre esta). 
Aproveito para agradecer já à editora Harper Collins Ibérica pelo envio deste livro!
O livro começa com uma história bastante perturbadora e fora do comum: duas meninas são obrigadas a entrar no bosque com uma pistola apontada. Uma foge para salvar a sua  vida. A outra fica para trás. 
Karin apresenta-nos Charlotte e Samantha Quinn 28 anos depois do crime que sacudiu a feliz vida familiar. A sua mãe foi assassinada e essa noite atormenta-as desde então. Charlie é a filha ideal e acaba por se tornar advogada como o pai. No entanto, "quando a violência volta a aumentar em Pikeville e uma grande tragédia assola a localidade, Charlie vê-se imersa num pesadelo. Não só é a primeira pessoa a chegar à cena do crime, mas também o caso desperta as recordações que tentou manter à margem durante quase três décadas. Porque a surpreendente verdade sobre o acontecimento que destruiu a sua família não pode permanecer oculta para sempre."
Uauh! O que dizer desta obra? O enredo é tão original e poderoso. Fiquei de boca aberta quando comecei a ler este livro, os acontecimentos são tão surreais mas fazem tanto sentido que acredito que existam histórias reais com algumas semelhanças. Os crimes estão muito bem criados e as histórias muito bem pensadas; São nos dadas algumas pistas mas temos de estar com muita atenção para reparmos em algumas situações.
Apercebi-me, com este livro, que muitas vezes tiramos conclusões erradas e não pensamos antes de agir, as coisas não são sempre como pensamos que são à primeira vista. Também tenho de referir que temos de ler este livro cuidadosamente e duvidar de todos porque o(os) criminoso(s) não é(são) fácil(eis) de identificar. Aliás, este factor apanhou-me de surpresa. Tinha alguma ideia de quem não podia ser, mas não tinha noção quem teria sido.
Criei uma enorme empatia com as duas irmãs, principalmente com a Sam. São duas guerreiras que tentam lutar com o seu passado cada uma à sua maneira. Acho que este sentimento de preocupação que tenho perante estas personagens é muito positivo e torna a leitura do livro muito mais gratificante.
Apesar de todas estas coisas boas, tenho de confessar que achei alguns pormenores e divagações um tanto ou quanto maçantes. É verdade que adorei a maioria das partes em que eram dadas algumas informações sobre ciência e assim, mas houveram algumas divagações que achei que não contribuiram muito para a fácil leitura deste livro.
Desta forma, clasiffico o livro com um 4,4 em 5.

E tu, já tinhas ouvido falar deste livro? O que achaste do mesmo?




5 comentários:

  1. Não conhecia por norma não sou muito de livros deste género mas ainda bem que gostaste :D

    Yellow Rain

    ResponderEliminar
  2. Livro que me foi recomendado e cuja escrita desconhecia e adorei 5*/5*

    ResponderEliminar
  3. Eu sou fã do género policial e thriller psicológico! Tenho estado a fazer a minha colecção de Karin Slaughter, porque me disseram que é uma autora excelente e apesar de ainda não ter lido nenhum (porque tenho IMENSOS para ler e o tempo é curto) acredito que vou gostar bastante, por todas as críticas que tenho lido sobre ela e em particular sobre este livro! Boas leituras!

    ResponderEliminar
  4. É um género de livros que gosto de ler. As opiniões que fui lendo sobre esta história foram sempre positivas.

    ResponderEliminar