quinta-feira, 28 de junho de 2018

Terra de Sonhos, opinião

Boa tarde!

A minha opinião de hoje é sobre Terra de Sonhos que é o segundo livro da trilogia Primos O'Dwyer!
Agradeço à querida Saída de Emergência pelo envio deste livro!


Três primos herdaram um dom que irá transformar as suas vidas…

As lendas e a sabedoria da Irlanda correm no sangue de Connor O’Dwyer e ele sente-se orgulhoso por chamar lar a County Mayo.
É aqui que a sua irmã Branna vive e onde os seus amigos de infância formam um círculo que não pode ser quebrado.
Meara é a melhor amiga de Branna, uma irmã em tudo exceto no sangue. Acredita que o amor é para os outros e certamente não irá cair de amores por Connor — lindo de morrer, com um bom coração e um sorriso perverso.
É mais seguro para eles permanecerem amigos pois amar Connor seria entrar em território perigoso.
Mas quando o mal que atravessa gerações reaparece para o assombrar, Connor terá de recorrer à família e aos amigos para o apoiar numa luta contra algo que ameaça tudo o que ama…
Podes ler a minha opinião do primeiro livro desta trilogia aqui!
Há já alguns anos, li uma coleção da Nora Roberts e confesso que adorei! Quando me dei conta da existência desta nova trilogia fiquei imensamente feliz porque achava que ia sentir tudo aquilo que li ao ler os outros livros. Queria ler sobre amor. Queria um plot interessante e cativante. Confesso que até gostei do primeiro livro da trilogia, no entanto, este livro deixou imenso a desejar. 
Penso que a personagem principal deste livro é o típico cliché de homens presentes em livros: bonito, engraçado e mulherengo. Não podemos deixar de parte o facto que ele é descrito como alguém que só pensa em mulheres e sexo. Seriously?  Desta forma, o romance presente no livro acaba por ser também cliché.
A história de magia, que é a característica principal desta trilogia, não evoluiu praticamente nada neste segundo volume. Ficou no mesmo ponto e fiquei a saber o mesmo. Sinto que as situações e acontecimentos foram muito repetitivos e que estava sempre a acontecer a mesma coisa.
Talvez este livro seja bom para pessoas que não estão familiarizadas com livros do fantástico e com livros em que a magia seja um ponto importante na história.
Sinto que este livro "lê-se" mas que não é" nada de especial"! Desta forma, classifico-o com 2,3 em 5.

E tu, gostas desta autora? Já começaste a ler esta trilogia??
Um beijinho,

6 comentários:

  1. Não conhecia esta trilogia, mas já li um livro de Nora Roberts e também não amei... :/

    ResponderEliminar
  2. Não comecei a ler esta trilogia mas, lendo a opinião, não fiquei motivada para o fazer.

    ResponderEliminar
  3. Com esta opinião não fiquei com muita vontade de ler.

    ResponderEliminar